Adema constata envenenamento de árvores em Carira

Há um número considerável de árvores morrendo em Carira. Moradores da cidade denunciaram o “fenômeno” à Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), que constatou a causa: envenenamento. De acordo com informações do diretor-presidente da Adema, Gilson Dias, as árvores foram afetadas por um tipo de veneno disseminado por seres humanos. O caso está sendo investigado pela equipe técnica da Adema e também pela Polícia Civil para identificar a responsabilidade, segundo Gilvan Dias.

O envenenamento de árvores, conforme o diretor-presidente da Adema, é considerado como crime ambiental. Considerando como grave a ocorrência, a Adema pediu que a Delegacia de Polícia Civil da cidade instaurasse procedimento para investigar a questão. As pessoas podem contribuir com a elucidação deste crime ambiental, transmitindo informações por telefone, através do número 3198 – 7051. A identificação do colaborador será mantida em absoluto sigilo.

A Adema também notificará a Prefeitura Municipal, considerada responsável pela preservação do meio ambiente, e pretende formalizar uma parceria para realizar o plantio de árvores, tipo Ipê, na região. As mudas do Ipê são doadas à Administração Estadual do Meio Ambiente por agentes considerados infratores, punidos por crimes ambientais, segundo Gilvan Dias. Em consequência das punições aplicadas aos infratores, a Adema está recebendo um carregamento com 500 multa de Ipê. Além de plantadas em Carira, onde o crime contra árvores foi identificado, as mudas também serão enviadas para outras cidades que necessitam de arborização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *